a>
  

Prefeitura de Ceará-Mirim convoca aprovados no último concurso

Leia na íntegra a publicação no Diário Oficial do RN do dia 17/07/2010


PREFEITURA MUNICIPAL DE CEARÁ MIRIM
Rua General João Varela, 635 – CEP. 59.570-000 – CNPJ 08.004.061/0001–39 CEARÁ-MIRIM/RN


PORTARIA N° 288/2010 – GP/PM

O Prefeito Municipal de Ceará Mirim, Estado do Rio Grande do Norte, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com o art. 39 da Lei  Orgânica Municipal, e ainda:

CONSIDERANDO o Concurso Público Municipal realizado em 2008 por meio do qual foi homologado através do Decreto n°. 2.133 de 24 de Dezembro de 2008;

CONSIDERANDO dar cumprimento a Decisão Judicial nos autos das Ações de Mandado de Segurança n°s. 102.10.001534-5 e 102.10.001075-0 proferida pelo juízo de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Ceara Mirim;

RESOLVE:

Art. 1º - NOMEAR, em caráter sub judice, os candidatos aprovados especificados no Anexo Único da presente Portaria, em conformidade com decisão judicial, a partir de 13 de julho do corrente ano, para os respectivos cargos do quadro de pessoal permanente do Município.

Art. 2º - Os nomeados deverão comparecer à Secretaria de Administração e Planejamento do município munidos da seguinte documentação:

Inciso I – Certificado de Comprovação de Escolaridade expedido por entidade reconhecida pelo MEC;

Inciso II – Cópias autenticadas do RG, CPF, título eleitoral, certidão de nascimento ou casamento, certidão de nascimento dos filhos, se houver, e comprovante de residência;

Inciso III – Certidão negativa de antecedentes criminais;

Parágrafo Único – No ato será firmado declaração dos bens e valores patrimoniais e, de que o nomeado não possui qualquer outro vínculo com a Administração  direta e/ou indireta de qualquer dos Poderes.

Art. 3° - Será tornado sem efeito o presente ato de provimento caso não ocorram a posse e o exercício nos prazos especificados no Estatuto dos Servidores Municipais.

Art. 4º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
 

Palácio Municipal Antunes Pereira, em Ceará-Mirim/RN, 15 de julho de 2010.
 
Antônio Marcos de Abreu Peixoto
Prefeito Municipal
 

ANEXO ÚNICO
- RELAÇÃO DOS CANDIDATOS APROVADOS PARA NOMEAÇAO EM CARÁTER SUB JUDICE POR CARGO:


MÚSICOS:
PAULO SERGIO DE MENEZES
ELTON JEFFERSON FERREIRA DE OLIVEIRA
SANDRO ROBERTO GOMES RODRIGUES
EMANUEL ALVES MACHADO
CARLOS AUGUSTO BORGES DA PENHA
MARCOS PAULO ALVES MACHADO
ALINE CARLA MOURA DA CUNHA
PATRICIA VALDELICE DA SILVA
IATAGAM RIBEIRO RODRIGUES

AUXILIAR DE CRECHE:
JUNIOR DA SILVA BARBOSA
MARIA CONCEIÇAO DA SILVA BATISTA
MARIA DO SOCORRO GARCIA  DE FIGUEIREDO
IVANEIDE DE ALMEIDA DANTAS AZEVEDO
JOAO MARIA DOS SANTOS SILVA

AUXILIAR DE BIBLIOTECA:
ANA CAROLINA RAMALHO DA SILVA
MARCOS DE SOUZA NETO
GIZELLI RIBEIRO DA SILVA
 
AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS – ASG:
CÍCERO CARDOSO JUNIOR
CÉLIA MARIA DA CRUZ SILVA
PAULO VILELA NETO
ALEXSANDRA GABRIELA DE LIMA
ELIZINAIDE CLEMENTE OLIVEIRA SOUZA DA SILVA
MARIA ENEIDE DA SILVA
JOSAFA CAPISTRANO CAETANO
NADJA PEREIRA DOS SANTOS SILVA
MARIA DA CONCEIÇAO PALHARES DOS SANTOS
LENA PAULA FERREIRA MENEZES
ANDERSON MARCELI SILVA DE SOUZA
TEREZINHA VICENTE DANTAS
OFÉLIA DE SOUZA LIMA

PROFESSORES:
PAULA FRANSSINETE FAGUNDES BRITO
CARMY LÚCIA SILVA E SOUZA
FRANCISCO DE ASSIS RODRIGUES
SHYGEAK SERGIO DE SOUZA
LAÉRCIO DE SOUZA SOARES JUNIOR
MARIA DAS GRAÇAS ANSELMO E SILVA
BRUNO ANTUNES FERREIRA DE QUEIROZ
DEOCLECIO DE OLIVEIRA BARBOSA
ANA LÚCIA FONSECA DE ALMEIDA
ROSA MARIA CAMPOS MONTEIRO
MARIA CLIVANDIR LEITE DA SILVA
ANA GARCIA DE FIGUEIREDO
SARA REGINA DE LIMA BATISTA
SIMONE VIERA CLEMENTE
ILZA CLEMENTE DA SILVA
ELIZANGELA XAVIER LEITE
CLETO BELO SOARES JUNIOR
PRISCILA SILVA DOS SANTOS
FRANCISCA MARLIETE DA SILVA
JOSYMEIRE DA SILVA
 
AUXILIAR DE LABORATORIO:
RIZALDA SALUSTIANO CAVALCANTE

AGENTE DE LIMPEZA HOSPITALAR:
ROSANGELA PEREIRA DE ARAUJO
SALESIA MARIA SOUZA E SILVA
JOSE WILSON FLORÊNCIO DA SILVA
MARIA VENINA CUNHA DE OLIVEIRA
 
AUXILIAR DE RAIO X:
ALINI SILVA DO NASCIMENTO
ELIZIER MARCIO DE LIMA
SERGIO LUIZ DA SILVA

TELEFONISTA:
JANIERICA CARVALHO DE LIMA
CARLOS ROBERTO LOPES JUNIOR

# Com informações do DORN (www.dei.rn.gov.br/dorn)



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 05h14
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Fala Ceará-Mirim Indica...



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 05h10
[] [envie esta mensagem] []


 
  

CRISE NA USINA

Advogado de Geraldo Melo rebate empresário Manoel Dias

O advogado Gustavo Smith, representante do ex-senador Geraldo Melo e dos demais ex-proprietários da antiga Companhia Açucareira Vale do Ceará-Mirim, nos processos judiciais envolvendo a venda da empresa ao empresário Manoel Dias Branco Neto, classifica as alegações de seu atual dono como uma manipulação da verdade. Na visão do advogado, Dias Neto está tentando sensibilizar a opinião pública, manipulando os fatos e gerando uma pressão sobre a justiça em função do caos social.

“Os fatos estão sendo colocados de forma deturpada para a opinião pública. Ele quer responsabilizar a justiça e os meus clientes pela crise, mas o único responsável legal é ele, que afirma dispor de meios e confirma ser o dono da empresa, mas alega não se sentir juridicamente seguro para fazer aportes na empresa. Isso demonstra que a verdadeira razão da crise decorre da vontade dele”.

Segundo o advogado, Manoel Dias Neto não pode confundir investimentos com o pagamento das obrigações regulares da empresa. “Despesas ordinárias diferem de investimentos. O fato de estar afastado da direção da empresa não o exime dessas responsabilidades e não é argumento para armar uma crise, prejudicando os trabalhadores e a sobrevivência da empresa”.

Para o advogado, a intervenção judicial foi originada pelas evidências da má gestão de Dias Neto a frente da empresa. “Uma intervenção não afeta o funcionamento da empresa, nem tem nenhum caráter de criar prejuízos. Ela tão somente afasta uma gestão fraudulenta ou temerária para que a empresa seja gerida corretamente e preserve sua função social”.

O advogado afirma que há evidências de desvio patrimonial da Companhia Açucareira pelo empresário. “Há provas contundentes de má gestão, descontrole e transferências fraudulentas. Ele teve todos os meios processuais para contestar essas evidências, mas vem sofrendo derrotas sucessivas”.


# Com informações da Tribuna do Norte



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h55
[] [envie esta mensagem] []


 
  

SUS perde R$ 4 milhões em recursos no município de Ceará-mirim

 


O Promotor de Justiça de Ceará-mirim (em substituição), Ivanaldo Soares da Silva Júnior, expediu uma Recomendação ao Prefeito de Ceará-mirim na tentativa de garantir recursos para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo informações fornecidas pelo Centro de Apoio Operacional à Promotoria do Consumidor e da Cidadania (CAOPCC), encaminhadas através do Ofício nº 285/2009, o Município de Ceará-Mirim teria descumprido, no ano de 2000, os termos da Emenda Constitucional nº 29, o que acabou gerando a perda de R$ 4.403.362,74 em recursos para o SUS Municipal.


A Emenda Constitucional nº 29 trata da aplicação de recursos mínimos do orçamento da União, dos Estados, do Distrito Federal e Municípios para o custeio das ações e serviços públicos de saúde. O descumprimento a suas determinações foi verificado através da análise das informações prestadas pela própria prefeitura ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS).


Como forma de resgatar o déficit para o SUS, o Promotor de Justiça recomendou que o prefeito deposite mensalmente, no mínimo 1% das perdas.  Ele esclarece que dívida deve ser paga em favor do Fundo Municipal de Saúde, com recursos públicos, mas nunca com verbas relativas à própria área da saúde . Na Recomendação Ivanaldo Soares estabelece o prazo de 30 dias para que a prefeitura informe sobre as providências adotadas.

# Fonte: Ministério Público



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h52
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Posto do PSF ficou sem energia


A unidade do Programa Saúde da Família na área do Conjunto da Luiz Lopes Varela e Conjunto Paraíba, ficou sem energia elétrica por vários dias.

A "luz" já foi reestabelecida, mas o caos na saúde pública em Ceará-Mirim continua, e esse fato é mais uma demonstração da triste realidade em que vive nossa cidade.

Obs.: O crédito das fotos são do blog do vereador Franklin Marinho Jr. (DEM) - [www.vereadorfranklinho.zip.net], ele foi o autor da indicação que solicitava a solução do problema da falta de energia eletrica no posto.



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 16h04
[] [envie esta mensagem] []


 
  
Prefeito recebe trabalhadores da educação, mas negociações não avançam
Uma nova assembléia da categoria foi marcada



Na última terça-feira, dia 13, o Sinte de Ceará-Mirim e um grupo de trabalhadores da educação foram, finalmente, recebidos pelo prefeito Antônio Peixoto (PR). A audiência, tantas vezes adiada, discutiu a longa pauta de reivindicações da categoria, mas não avançou nas negociações. "Há pontos que estamos conversando desde 2009, e ainda continuam na mesma situação. Até agora houve apenas um pequeno avanço na questão do fardamento, que será entregue ainda esse mês, e mais nada. Para nós, a Prefeitura não tem interesse em avançar nos demais pontos da pauta porque não faz um governo voltado para as necessidades dos trabalhadores e da população.", afirmou Zé Roberto, diretor do Sinte.

A maioria das respostas da Prefeitura durante a audiência foram vagas e imprecisas, sem apontar uma solução concreta para os problemas enfrentados nas escolas. Sobre a criação do Plano de Cargos, Carreira e Salários dos Funcionários, o prefeito alegou simplesmente que vai formar uma comissão para iniciar o processo.

Para a Insalubridade dos Auxiliares de Serviços Gerais, a saída encontrada pelo prefeito foi anunciar que vai contratar uma empresa para fazer um estudo, já que o Ministerio do Trabalho não está mais realizando essa verificação.

Já sobre o Concurso Público, de acordo com o prefeito Antônio Peixoto, a Prefeitura recebeu um documento do Ministerio Público exigindo a contratação imediata dos aprovados no concurso realizado pela administração anterior.

No ponto do Reajuste Salarial, houve a resposta mais negativa. O prefeito declarou que não está em condições de conceder reajuste porque o valor da folha de pagamento já está ultrapassando o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Além disso, ele alegou, também, que irá aumentar ainda mais a folha com a contratação dos aprovados no concurso.

Por fim, os professores do ensino infantil correm o risco de não receberem o pagamento de seus Títulos, pois esse item foi extinto do novo Plano de Cargos.

O Sinte já marcou uma nova assembleia da categoria para discutir o resultado da audiência, com o objetivo de tirar encaminhamentos que possam mudar essa realidade.

A assembleia será no dia 23 de julho, às 8h, na Escola Municipal Adele de Oliveira.

# SINTE - Regional de Ceará-Mirim/RN


Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 16h03
[] [envie esta mensagem] []


 
  

MANOEL DIAS  BRANCO NETO RESPONDE

‘Não posso investir com intervenção’


“Eu quero e tenho meios de fazer investimentos na empresa, mas com a intervenção judicial eu me encontro completamente impossibilitado de fazê-lo porque estou totalmente afastado da administração desde o dia 20 de maio. Sou o dono, mas não mando em nada”. Essa é a posição do empresário cearense Manoel Dias Branco Neto para explicar o motivo de não fazer os aportes necessários para a retomada das atividades da empresa Ecoenergias, atual arrendatária da Companhia Açucareira Vale do Ceará-Mirim, maior produtora e processadora de cana-de-açúcar da região .

De acordo com o empresário, enquanto o seu afastamento perdurar não há meios legais e contábeis para que ele faça aportes financeiros na companhia. Na última terça-feira, entretanto, ele teria feito um aporte de R$ 215 mil a partir de outra empresa sua para cumprir o pagamento dos trabalhadores. “Pelo clamor social existente, buscamos suprir essa questão alimentar”.

Na última segunda-feira, uma reunião entre entidades produtoras, o presidente do Tribunal de Justiça e o desembargador relator do processo abriu a possibilidade de que a intervenção passasse a ser fiscalizatória, com o retorno de Dias Neto ao comando da empresa. A proposta, no entanto, teria sido recusada pelo ex-senador Geraldo Melo, ex-proprietário da Companhia Açucareira, com quem Dias Neto trava uma disputa judicial sobre o processo de venda da empresa.

Manoel Neto lembra que ingressou na sociedade com Geraldo Melo em 2006, como sócio investidor, criando a Ecoenergias e arrendando todo o parque industrial e agrícola da Companhia Açucareira. A direção efetiva da empresa veio no ano passado, ao assumir o controle acionário integral.

Dias Neto rechaça que esteja mobilizando entidades de classe e sindicatos rurais para defendê-lo ou pressionando a justiça em seu favor. “Não tenho nenhuma gerência sobre esses movimentos. Eles estão defendendo o emprego dos trabalhadores, basta ver o pânico que a sociedade da região está vivendo. Tenho confiança na justiça do RN e respeito suas decisões. Mas não concordamos com a intervenção e já pedimos a reconsideração da medida. Cedo ou tarde terei meu direito reconhecido”.

Intervenção

Divergências contratuais sobre a venda da empresa fizeram com que o caso chegasse a justiça chegando até a intervenção, questionada por Dias Neto. “Eles mesmos admitiram que a questão é comigo e não com a usina. Então por que pedir uma intervenção e prejudicar a produção dessa maneira?”.

“Vejo com bastante tristeza um ex-senador e ex-governador não ter uma conduta empresarial e profissional, seguidamente me injuriando, caluniando e difamando. Não sei que mágoas ele tem contra o povo de Ceará-Mirim, porque os principais prejudicados são aquelas cinco mil famílias que dependem da usina”.

Balanço realizado mostra prejuízo de R$ 9 milhões

Manoel Dias Neto ressalta o caráter deficitário da usina. “Nossa expectativa é que temos superávit apenas em 2014. É uma empresa que precisa de investimentos substanciais, haja vista ser do setor primário e demandar uma quantidade muito grande de mão de obra”. O último balanço teria demonstrado um prejuízo de R$ 9 milhões.

O empresário defende que a manutenção da intervenção judicial é prejudicial para a empresa e lembra que o próprio interventor determinou a paralisação de suas atividades. “Nenhum banco, investidor, fornecedor, nem sócio se sente com segurança jurídica para investir numa empresa sob intervenção”.

Ele afirma que devido ao caráter sazonal da cana-de-açúcar, a empresa manteve seu funcionamento apenas o dinheiro que ele investia. “A usina trabalha seis meses para bancar 12 meses de despesas. Como parou suas atividades em fevereiro, vinha se sustentando apenas com os meus aportes. Com o meu afastamento, isso não mais aconteceu”.

Nem mesmo a colheita de uma safra recorde seria suficiente para equilibrar as contas da usina. “Nós maximizamos nossa produção, mas pagamos na última safra quase R$ 10 milhões somente em salários, R$ 5,3 milhões em impostos e R$ 6 milhões aos grandes fornecedores, afora outras despesas. Quando se soma tudo isso temos uma empresa deficitária”.

Empresário afirma ter sanado dívidas

Manoel Dias Branco Neto alega já ter investido R$ 20 milhões desde que assumiu o controle da Ecoenergias, além de ter saneado antigas dívidas. “Eu acredito no meu negócio. O Vale de Ceará-Mirim hoje se encontra inutilizado, assoreado, mas já foi considerado um dos mais ricos da América Latina, teve mais de 60 engenhos. Sua recuperação depende de investimentos do setor privado”.

A intervenção, no entanto, teria prejudicado os investimentos futuros. “Íamos aumentar o capital da empresa em R$ 10 milhões. Já tínhamos créditos pré-aprovados em bancos”. Outro investimento seria a criação de uma fábrica de açúcar com capacidade para 6 mil sacos/dia, além de uma termoelétrica de 5 megawatts, um investimento total de R$ 10 milhões.

O arrendamento de 20 fazendas na região, totalizando 5 mil hectares, para plantio também foi prejudicado. “Já tínhamos a autorização para desmatar essa área e plantar cana”. Ele estima que o plantio seria suficiente para produzir 800 mil toneladas de cana. “É um dano irreparável porque o tempo não volta. Com essa produção atingiríamos nosso ponto de equilíbrio”. Havia também o projeto de parceria com os assentamentos da região. “Nós íamos fornecer sementes e adubo e as prefeituras iam entrar com o diesel. Isso geraria uma renda anual de até R$ 10 mil para o produtor”.

# Fonte: Tribuna do Norte



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h44
[] [envie esta mensagem] []


 
  

VOCÊ FAZ O BLOG

Leitor comenta sobre os Bombeiros Civis


"Em meados de maio de 2009 tivemos contato com a prefeitura (peixoto), para implantar na cidade o bombeiro civil, por conta própria começamos a atuar em eventos da prefeitura, com promessas de sermos contratados e no futuro haver um concurso e assim efetivados, veio a festa da padroeira da cidade (trabalhamos 11 noites voluntários), depois a operação verão (47 dias voluntários) com a promessa de fecharmos com chave de ouro esse período voluntário e sermos contratados, só que até hoje 13/07/2010 nada, Dr.Luciano a mando de Dr. Peixoto ficou de registrar um estatuto para fundarmos uma associação de bombeiros civis de Ceará-Mirim(ABCCM) e Luciano nos deu a seguinte resposta: procurem o rumo de vocês,o trabalho de vocês já foi feito. Vários de nós estamos desempregados e sem esperança, pois fomos enganados, apenas com a certeza do dever cumprido,a população é nossa testemunha. Fica aqui nosso protesto, e é só o começo".
bombeiros enganados |  14/07/2010 14:35

 

NOTA DO BLOG FALA CEARÁ-MIRIM:

   Os bombeiros civis, mesmo sem estrutura nenhuma, realizaram um excelente trabalho (de forma voluntária) na festa da padroeira e no verão do litoral. O blog defende que seria importante um Concurso Público para selecionar bombeiros civis com objetivo atuarem nos eventos da prefeitura e também no trabalho de defesa civil.



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h31
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Fala Leitor...


Quero em primeiro lugar parabenizar a iniciativa de comentar algo de grande iMportância e de interesse de toda Ceará-Mirim , parabens por sempre se preocupar em manter a sociedade ceara mirinense informada continue realizando este serviço, um abraço de seu amigo sinedino
rodrigo sinedino de oliveira | rodrigosinedino@hotmail.com |  13/07/2010 19:32


Resposta do blog:


Sinedino, obrigadíssimo pelas palavras de apoio. Valeu mesmo. Um abraço.



SR BLOGUEIRO FAÇA COMENTARIO SOBRE CONCURSO PÚBLICO - CEARÁ-MIRIM PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Juízo de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Ceará Mirim Autos n.º 102.10.001075-0 Ação Mandado de Segurança/Lei Especial Impetrante Emanuel Alves Machado e outros Impetrado Prefeito Municipal de Ceará-Mirim e outro Decisão Trata-se de mandado de segurança ajuizado pelos aprovados em concurso público e ainda não nomeados. Ajuizada a ação, foi deferida liminar em 10.05.10 para que fossem nomeados e empossados nos cargos para os quais foram aprovados os impetrantes dentro do número de vagas previsto no edital. O impetrado prestou as informações que entendia convenientes, alegando, em resumo, que o concurso é inválido e que pende de apreciação judicial na 2ª instância pedido de suspensividade no Recurso Especial interposto, dizendo, no mérito, que a administração tem a discricionariedade da época para convocação dos aprovados, não havendo, ao seu ver, direito su
Islanio | lenyislanio@yahoo.com.br |  13/07/2010 13:35

Resposta do blog:

Sobre o concurso...
Não estamos habilitados (tecnicamente) a falar sobre a questão judicial do concurso. A luta dos aprovados é legítima. Busca-se um direito na justiça e ela (a JUSTIÇA) decide. Decidiu, cumpra-se. --- O blog é a favor de Concurso Público, porém, defende mais fiscalização do Ministério Público para evitar as fraudes e os esquemas conhecidos pelo povo de Ceará-Mirim.



Geraldo Melo é o único responsável pela crise alardeada em Ceará Mirim. Junto à Jutiça do RN, conseguiu interditar a usina, através de um processo que mantém na justiça contra o atual proprietário da indústria, causando o problema que a cidade está assistindo. Bobos são aqueles que acham que ele fala a verdade quando diz que se preocupa com o município, quando, de fato, está atuando em causa própria, brigando por dinheiro e status, coisas que já o abandoram há algum tempo. Tolos os que acham que ele tem algum sentimento pela nossa população, pois, juntamente com sua esposa e filho, deixou buracos nas contas públicas da prefeitura, quando D. Edinólia cessou o seu segundo mandato. Agora, apresenta-se aos jornais do RN discursando como um defensor de Ceará Mirim? Poupe-nos, meu caro sr. Sabemos quem tu és. Talvez, os mais novos ou os de memória fraca não lembrem de como o RN sofreu em tuas mãos quando fostes governador.
Plínio Malta | pliniomalta@gmail.com |  14/07/2010 19:09



Gente vamos para de iprogrecia todos sabemos que nenhum desse nomes citados ao longos do anos neste blog se importa mesmo com nossa cidade esse discursos antigos e monotomos já ouvimos desde longas datas, o que eles querem mesmo é poder e dinheiro.
ochacal | ochacal@mordedor.com.br |  12/07/2010 09:26



____________________________

Participe, envie seu comentário.



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h10
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Cultura: O que tínhamos? O que ainda temos!

Para aqueles que sentem a falta das apresentações da Banda de Música Municipal de Ceará-Mirim Tenente Djalma Ribeiro, segue o vídeo de um dos raros ensaios realizados na Estação Cultural. Repleta de músicos talentosos, a banda é um símbolo da cultura cearamiriense, que várias vezes concedia ao público suas maravilhosas apresentações.



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 19h35
[] [envie esta mensagem] []


 
  

DINHEIRO PÚBLICO

Governo Peixoto já recebeu mais de R$ 65,8 milhões do Governo Federal

Segundo o Portal da Transparência, a cidade de Ceará-Mirim recebeu entre os anos de 2009 e 2010 até o momento, a quantia de R$ 65.865.390,32.

Este valor é referente aos R$ 44.122.030,59 recebidos em 2009 (início da gestão de Peixoto) somados com os R$ 21.743.359,73 recebidos em 2010.

Para conferir os repasses de 2009
Clique Aqui.

Para conferir os repasses de 2010
Clique Aqui.



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 19h31
[] [envie esta mensagem] []


 
  

PROFESSORES PROTESTAM NESTA TERÇA-FEIRA...


Trabalhadores da educação param escolas de Ceará-Mirim

A Regional do Sinte de Ceará-Mirim realiza na manhã desta terça-feira (13) a Parada Municipal da Educação. As escolas do município estão paradas em protesto contra as atitudes do prefeito Antônio Peixoto (PR), que vem adiando as audiências com o sindicato da categoria desde o dia 16 de junho. A pauta que os trabalhadores querem discutir com a Prefeitura inclui reajuste salarial para funcionários e professores, atualização das promoções, melhores condições de trabalho, fardamento dos estudantes e merenda.

* Atualizado às 16h35   -    # Com informações do SINTE - Regional de Ceará-Mirim/RN



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h55
[] [envie esta mensagem] []


 
  

CRISE NA USINA
 

Entidades pedem ao TJRN mais agilidade

As entidades de classe que compõem o conselho deliberativo do Sebrae reuniram-se na manhã de ontem com o presidente do Tribunal de Justiça (TJRN), desembargador Rafael Godeiro, para externarem sua preocupação em torno da paralisação das atividades da Usina São Francisco, sede da antiga Companhia Açucareira Vale do Ceará-Mirim, uma das principais produtoras e processadoras de cana-de-açúcar do estado. As entidades produtoras temem as  consequências da paralisação para a economia da região. A usina passa por uma conturbada disputa judicial após divergências no processo de mudança em seu controle acionário.

De acordo com Sérgio Freire, presidente do conselho deliberativo e da Federação das Câmaras do Dirigentes Lojistas (FCDL), a situação na região é preocupante. “Todas as entidades estão preocupadas, pois a paralisação das atividades está gerando um prejuízo grande para o comércio, a indústria e o agronegócio da região. Se houver demora na solução desse problema e a atividade canavieira for paralisada, haverá um caos sem precedentes na região do Vale de Ceará-Mirim”.

Na última quarta-feira, as entidades produtoras já haviam emitido uma nota pública sobre o assunto. “A região vê com alarme a suspensão dos pagamentos de salários dos trabalhadores da usina, assim como a perda de prazos para o plantio de novos canaviais e a quase certa impossibilidade de se iniciar a moagem de cana, da safra atual, a partir de agosto”, diz trecho da nota.

Sérgio Freire afirmou que a reunião foi satisfatória e que o presidente do TJRN achou a iniciativa legítima em defesa da economia da região. “Estamos solicitando agilidade aos órgãos envolvidos para resolver o problema. Contamos com o apoio do presidente do tribunal para buscar formas de acelerar esse processo”.

Agora, o próximo passo será uma reunião com o governador Iberê Ferreira de Souza para expor a situação.


# Fonte: Tribuna do Norte



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h37
[] [envie esta mensagem] []


 
  

"Lei do Ficha Limpa" poderá atrapalhar Amaro

A PRE/RN pediu a impugnação da candidatura do ex-prefeito Amaro Saturnino (PSDB) a deputado estadual por se enquadrar no projeto da “Lei do Ficha Limpa”.

Amaro foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) pelo crime de uso de documento falso para fins eleitorais, o que também configura inelegibilidade pela “Lei da Ficha Limpa”.

Segundo a “Lei do Ficha Limpa”, o candidato não pode disputar uma eleição se já tiver sido julgado e condenado por um colegiado.

Apesar do pedido, Amaro continua candidato até a decisão final do TRE-RN.

#Com informações do blog de Oliveira Wanderley
e Tribuna do Norte



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 04h27
[] [envie esta mensagem] []


 
  

"Essa crise com dinheiro se resolve"

A suspensão das atividades normais de produção e a falta de pagamento dos salários dos trabalhadores da Fazenda São Francisco, no município de Ceará-Mirim, sede da maior empresa da região, a Companhia Açucareira Vale do Ceará-Mirim são uma forma deliberada do atual proprietário para pressionar a justiça para forçar a sustação do processo de intervenção a que se encontra submetida a companhia.

Essa é a visão do ex-acionista controlador, o ex-senador Geraldo Melo, que vendeu as ações da empresa em março de 2009 para o empresário cearense Manoel Dias Branco Neto e hoje trava uma disputa judicial para receber o pagamento pela venda, além de ver o  cumprimento de outras obrigações estabelecidas no contrato.

O ex-senador classifica a situação em Ceará-Mirim como um momento de crise dada a importância da empresa para a região. “A Companhia Açucareira é o maior  empregador, o maior contribuinte, o maior produtor, o maior gerador de riqueza daquela região e tudo o que ela precisa é de recursos para prosseguir na sua vida. Quero muito bem aquela companhia. Eu lutei anos afim para que os trabalhadores que estão lá mantivesses seus empregos e estou vendo hoje uma conduta completamente irresponsável pondo em risco o futuro da empresa e dos empregados”.

Melo afirma ter visto com espanto a declaração atribuída a Manoel Neto de que não irá colocar dinheiro na empresa enquanto houver uma intervenção. “Isso é uma chantagem sobre a justiça, uma pressão indevida fora dos autos, um insulto, uma maneira de dizer a justiça de que ela tem que mudar uma decisão que tomou para atender ao dono dessa usina”.

Para ele, o não pagamento da folha bem como a suspensão das atividades normais de preparação para a safra é uma crise de dinheiro, sem nenhuma relação com a intervenção. “O que está faltando é dinheiro. O fim da intervenção não resolve a crise porque falta dinheiro. E se ele diz que só coloca dinheiro na empresa se cessar a intervenção, é porque existe o dinheiro”. Melo lembra que outras empresas do estado passaram por intervenções judiciais e hoje continuam produtivas.

Geraldo Melo estranha a alegada má situação financeira da usina. “Dias Neto não deveria ter dificuldades em colocar dinheiro na usina. Quando comprou a empresa, afirmava que tinha dinheiro suficiente para pagar a compra e manter a empresa”. Segundo ele, no momento da venda, a Companhia Açucareira havia obtido uma safra recorde de cana, responsável por uma produção estimada por ele em cerca de 25 milhões de litros de álcool.

“Embora se tenha buscado omitir, de acordo com os poucos registros existentes, pelo menos R$ 25 milhões entraram na usina. Como os custos da moagem não devem ter chegado a metade disso, deveria haver um saldo disponível na conta bancária da usina e não há. Assim como deveria haver álcool nos tanques e não há. O dinheiro foi recebido, porque não há nenhum resto a receber. Ou seja, a usina produziu o suficiente para deixar um saldo em caixa de alguns milhões após o fim da safra. Se esse dinheiro não está lá é porque alguém o levou”.

O senador avalia que a crise na empresa gerará efeitos futuros. “Com certeza haverá diminuição da safra. Não houve plantio para ao menos manter os níveis da produção anterior e outras providências também não foram tomadas como a manutenção dos equipamentos industriais”.

Ex-senador acha estranho apoio dado por empresários

O ex-senador também estranha o suposto apoio dado pelo empresariado potiguar ao usineiro cearense. “Me surpreende que ao longo dos trinta anos em que estive na usina onde atravessei tantas crises não tive nenhuma mobilização das classes produtoras, de determinadas entidades preocupadas comigo ou com minha empresa. Eu que resolvesse. Acho agora que se aplica a mesma regra: o dono é que resolva”.

O ex-proprietário defende que as ações judiciais que tramitam na justiça em nada atrapalham o desempenho da Companhia Açucareira. “Sei que hoje ele [Manoel Dias Neto] anda insatisfeito porque eu não concordei em doar o patrimônio da minha família para ele. Não estamos cobrando nada da usina, porque a usina não nos deve nada. Vendemos as ações a Manoel Dias Neto, ele é quem nos deve e nós não estamos  criando dificuldade nenhuma para a usina ou seus empregados”. Sobre a venda da empresa, Geraldo Melo resume as dificuldades enfrentadas. “Chegamos a um ponto que não poderíamos contornar sem que a empresa vivesse grandes dificuldades. Então humildemente vendemos o patrimônio de uma vida inteira para que a atividade continuasse”.

# Fonte: Tribuna do Norte



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 06h17
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Fala Leitor...

Agora sim eu quero ver se a coragem do ex-vereador e ex-vice- prefeito se ele tem a coragem de vir a publico denunciar o que ele sabe e esteve compartilhando durante quase dois anos vamos la Avelino prepare os altos falantes e vamos a luta eu bem que le avisei.
DAMIÃO DOS SANTOS SILVA  | dsantossilva2010@bol.com.br |  10/07/2010 21:37

 



E o prefeito não toma nem uma atitude nem de consolo para esses pobres recem desempregados isso não pode acontecer ja basta a empresa GAIA que fechou desempregando mais de 400 cidadãos pais de familia. É CRUEL MAIS É A PURA VERDADE.
ochacal | ochacal@mordedor.com.br |  11/07/2010 23:11



Concordo, já vi que nesse governo de Peixoto, mesmo que certas pessoas de seu governo tentem fazer algo de "bom" para a cidade, ele não oferece condições para isso... e quando o camarada cobra demais pra ele (o prefeito", ele demite... os únicos secretários que interessam a ele é o super Lessa e a Super Rejane... o resto tá alí so por faixada... AGORA AVELINO, QUE ESTAVA DENTRO DO SISTEMA, DEVE COMPARTILHAR CONOSCO SITUAÇÕES QUE AINDA DESCONHECEMOS... NESSA LUTA POR DIAS MELHORES, QUANTOS MAIS, MELHOR...
servidorCM | servidorcm@gmail.com |  10/07/2010 08:28



Avelino para provar a sua vontade de votar em alguém de Ceará Mirim, deveria começar declarando voto para deputados estadual e federal da nossa cidade. Como exemplo Carmélio Nobre e o advogado Gláucio Tavares.
Jucelino Aguiar | Jucag@hotmail.com |  09/07/2010 22:24



____________________________

Participe, envie seu comentário.



Escrito por Equipe Fala Ceará-Mirim às 06h11
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 

NOSSO E-MAIL
falacm@bol.com.br

Acesse o site de Etevaldo Junior

HISTÓRICO



>>> LINKS ATUALIZADOS

 Etevaldo Junior
[Sociólogo e Cientista Político]

 Movimento Ceará-Mirim Minha Cidade Eu Governo
 Goto Seco
 Twitter CEARÁ-MIRIM/RN
 SINTE - Ceará-Mirim
 Iran Costa
 João André
 Tá errado a gente mostra
 Educação é a solução
 Navegantes
 Fernando Siqueira
 Ceicinha Câmara
 Anderson Severo
 Blog de Ceará-Mirim
 Retratos e Canções
 Ministério Público - Ceará-Mirim


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!


Loading






XML/RSS Feed
rss
CATEGORIAS
Todas as mensagens
 ARQUIVO FALACM 2 anos